Alice Stefânia Curi

Alice Stefânia Curi

Atriz, diretora e pesquisadora. Professora Associada do Departamento de Artes Cênicas da UnB, atuando também no Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas. Tem Pós-Doutorado em Artes da Cena pela Unicamp (2019), Doutorado em Artes Cênicas pela UFBA (2007) e Mestrado em Artes pela UnB (2000). Desde 2010 coordena o Grupo de pesquisa Poéticas do Corpo, em parceria com a Professora Rita de Almeida Castro. Neste grupo é responsável pela linha de pesquisa Dramaturgias do Corpo Cênico e artista criadora junto ao coletivo Teatro do Instante, instância laboratorial de criação artística. Autora do livro Traços e devires de um corpo cênico (Ed. Dulcina, 2013) e coautora e organizadora do livro Poéticas do Corpo, instantes em cena (Ed. UnB, 2016).

Lattes


Actress, director and researcher. Associate Professor at the Performing Arts Department at UnB, also acting in the Postgraduate Program in Performing Arts. She is Post-Doctor in Arts of the Scene at Unicamp (2019), PhD in Performing Arts from UFBA (2007) and Master in Arts at UnB (2000). Since 2010, she has coordinated the Poetics of the Body research group, in partnership with Professor Rita de Almeida Castro. In this group she is responsible for the research line Dramaturgies of scenic body and artist creator at the collective "Teatro do Instante" (Theater of instant), a laboratory of artistic creation. Author of the book Traces e becomings of a scenic body (Ed. Dulcina, 2013) and co-author and organizer of the book Poetics of the Body, instants in scene (Ed. UnB, 2016).


Links

Blog

Grupo de Pesquisa "Poéticas do Corpo" - CNPq


Artigos

GASPAR, Mônica; OLINTO, Lídia; CURI, Alice Stefânia. A trajetória do espetáculo O improvável amor de Luh Malagueta e  MC Limonada e suas perspectivas no processo criativo com pessoas com deficiência. Revista Ephemera. v .3 n. 5, p. 193 - 216., mai./ago. 2020.

CURI, Alice Stefânia. Versões e variações em “Netos de Gungunhana”: experiência de criação entre países lusófonos. In: XI Reunião Científica ABRACE, 2020, Campinas. Anais XI Reunião Científica ABRACE. v. 20. p. 1-21, Campinas: ABRACE, 2019.

CURI, Alice Stefânia. A poética do filme "Eu não gosto" e seus efeitos incidentais no espetáculo "Contra o amor". In: 18o ART Encontro internacional de Arte, Ciência Tecnologia, 2020, Lisboa. #18 ART DA ADMIRÁVEL ORDEM DAS COISAS: da arte, emoção e tecnologia, v. 1. p. 1050-1065, 2019.

OLIVEIRA, Jordana Mascerenhas de; e CURI, Alice Stefânia. Inominável. Cena e encontro como zona de afetos. Revista Conceição, v.8, n.2, p.222 - 244, jul./dez. 2019.

CURI, Alice Stefânia. Pedagogias atoriais: estratégias de colaboração, concepção e composição na formação de atores. Revista Moringa, Artes do Espetáculo, v. 9, p. 11-22. 2018.

CURI, Alice Stefânia. Estudos de atuação: concepção e composição na cena ‘Professora’. Repertório, Salvador, ano 21, n. 30, p. 388-416, 2018.

CURI, Alice Stefânia; BORGES, Diego; CASTRO, Rita de Almeida. En Contra – experimentos: fricções entre espacialidades e dramaturgias. Revista Conceição, v. 5, p. 2-20, jan./jun. 2016.

CURI, Alice Stefânia Pedagogias atoriais: experiências no contexto de formação de atores. In: 14 Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: Arte e Desenvolvimento Humano, 2015, Aveiro, Portugal. 14o Encontro Internacional de Arte e Tecnologia: #14.ART: ARTE E DESENVOLVIMENTO HUMANO. v. 1. p. 389-401, Aveiro: UA Editora, University of Aveiro, 2015.

CURI, Alice Stefânia; CASTRO, Rita de Almeida. Experiências do corpo cênico na criação da obra teatral Abensonhar. In: VIII Congresso da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, Belo Horizonte: 2014.

CURI, Alice Stefânia. Dramaturgias de Ator: puxando fios de uma trama espessa. Revista Brasileira de Estudos da Presença v.3, p. 923-938, set./dez. 2013.

CURI, Alice Stefânia. Corpos e sentidos. ILINX - Revista do LUME, n. 3, set. 2013.

CURI, Alice Stefânia. O que abre o vazio e o que o vazio abre.  In: VII Congresso da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas, Porto Alegre, 2012. Memória Abrace Digital, 2012.

CURI, Alice Stefânia. Corpo cênico: da vertigem ao voo. In: Corpos (Im)perfeitos - Conferência Internacional, 2012, Almada, Portugal. Corpos (Im)perfeitos - livro de atas, p. 23-29, 2012.

CURI, Alice Stefânia. Dramaturgias atoriais em MalvaRosa. In: VI Reunião Científica da ABRACE, 2011, Porto Alegre. Memória Abrace Digital, 2011.

CURI, Alice Stefânia. Algumas questões sobre o que quer essa mulher. Anais do II Seminário e Mostra de Dança-Teatro de Viçosa (UFV), 2010.

CURI, Alice Stefânia. Arte e ciência: duelos e duetos. In: VI Congresso Anual da ABRACE, 2010, São Paulo. Memória Abrace Digital, 2010.

CURI, Alice Stefânia. Novos vetores hierárquicos nas salas de aula e de ensaio. In: V Reunião Científica da ABRACE, 2009, São Paulo. Memória Abrace Digital, 2009.

CURI, Alice Stefânia. Espetáculo Traços: o tao em cena. Cadernos do GIPE-CITE, p. 59-84, 2008.

CURI, Alice Stefânia. Processo em Traços. In: V Congresso Nacional da Abrace, 2008, Belo Horizonte. Memória Abrace Digital, 2008.

CURI, Alice Stefânia. tao cena contemporânea. In: IV Reunião Científica da Abrace, 2007, Belo Horizonte. Memória ABRACE. Belo Horizonte: FAPI, 2007.
 
CURI, Alice Stefânia. O corpo no tao exercício expressivo. Revista ouvirouver n.2, p. 149-172, 2006.

Livros

CURI, Alice Stefânia. Traços e devires de um corpo cênico. Brasília: Ed. Dulcina, 2013.

CASTRO, Rita de Almeida; CURI, Alice Stefânia; Mello, Mônica. Poéticas do Corpo: instantes em cena. Brasília: Editora da UnB, 2017.


Audiovisual
 
ENTREVISTAS INTERDISCIPLINARES:
 
TAKE 2 Entrevista:
Alice Stefânia 

 

Espetáculos do coletivo Teatro do Instante, Grupo de Pesquisa Poéticas do Corpo:

Netos de Gungunhana: um desvioDireção Alice Stefânia e Diego Borges. Colaboração entre o Teatro do Instante, Teatro o Bando (PT) e Fundação Fernando Leite Couto (MOZ), 2019. Mais informações: https://netosdegungunhana.webnode.com/

Contra o Amor. Direção Alice Stefânia e Diego Borges, 2018. Mais informações: https://contraoamor.webnode.com/

Do Contra. Direção João Brites (Teatro O Bando). Colaboração entre o Teatro O Bando e o Teatro do Instante, 2016.

En Contra: # experimento 01. Direção Diego Borges, colaboração de artistas do Teatro O Bando, 2015.

NOTÍCIAS & OPORTUNIDADES