Marcus Mota
Marcus Mota

Marcus Mota

Marcus Mota possui mestrado em Teoria da Literatura pela Universidade de Brasília (1992) e doutorado em História pela mesma universidade (2002). Atualmente é Professor Associado da Universidade de Brasília, onde dirige o LADI (Laboratório de Dramaturgia e Imaginação Dramática) - o qual dirige desde 1996-, Vice- Chefe do Instituto de Artes para o quadriênio 2014-2018, e Membro do Conselho Editorial da Editora UnB.Ministra aulas no Departamento de Artes Cênicas, no Programa de Pós-Graduação em Arte e no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, todos da Universidade de Brasília. Foi Chefe do Departamento de Artes Cênicas desta instituição entre 2003-2005.Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Dramaturgia, atuando principalmente nos seguintes temas: dramaturgia, dramaturgia musical, ópera, Estudos Clássicos e Teatros Grego e Moderno.Tem desde 2007 se dedicado a elaborar e aplicar materiais didáticos para Universidade Aberta do Brasil (UAB-UnB), no curso de licenciatura semipresencial. Além disso, desenvolve intensa atividade de direção de espetáculos musicais e não musicais, de elaboração de textos teatrais, canções e libretos para obras dramático-musicais,textos narrativos e poemas.Integra o Programa de Pós-graduação em Artes, na UnB, orientando pesquisas de mestrado e doutorado e o NEC (Núcleo de Estudos Clássicos) na UnB.É líder do Grupo de Pesquisa Mousiké, cadastrado no CNPq desde 2004, ocupando-se de pesquisa sobre a textualidade audiovisual presente em autores da Antiguidade Clássica, como Homero, Heráclito, Ésquilo e Platão, pesquisa que se desdobra na proposição de audiocenas, ou espetáculos dramático-musicais como David (2012) e Sete Contra Tebas(2013). Participa ainda do grupo interdisciplinar e interinstitucional Máskara de pesquisas sobre Performances Culturais.Foi o secretário empossado da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos para o biênio 2011-2013. Publicou, entre outros títulos: A dramaturgia musical de Ésquilo (Editora UnB, 2008); e Nos Passos de Homero(Annablume, 2013). Organizou e fez a curadoria de eventos nacionais e internacionais como: A experiência da cena (CCBB-Brasília), em 2006; o I Seminário Internacional de Teoria Teatral/Tour H-T. Lehmann no Brasil, em 2010; o II Seminário Internacional de Teoria Teatral (SBEC/UnB) em 2013; o I Festival Internacional de Teatro Antigo(SBEC/UnB),2013; e o I Seminário Internacional de Artes Integradas (Secretaria de Cultura de Goiânia/UFG/UnB,IFB) em 2013. Integra o projeto de pesquisa The Classical Tradition In Portuguese, Lusophone and European Literatures and Cultures, coordenado pela Profa. Marília Futre Pinheiro na Universidade de Lisboa. Atualmente é vice-chefe do Instituto de Artes da Universidade de Brasília para o quadriênio 2014-2018 e vice-coordenador do GT Teorias do Espetáculo e da Recepção na ABRACE, para o biênio 2014-2016.

http://brasilia.academia.edu/MarcusMota

EVENTOS e NOTÍCIAS