Jonas Sales

Jonas Sales

Artista da cena, Diretor, Coreógrafo e Professor Efetivo do Departamento de Artes Cênicas da Universidade de Brasília e dos Programas de Pós-graduação PROFARTES (Pólo UnB) e PPgCEN/UnB. Pós-doutor pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa (2019-2020). Doutor em Arte/UnB com estágio doutoral na FMH da Universidade de Lisboa. Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2004) e Especialização em Dança (UFRN-2001). Coordenador do projeto de Pesquisa e Extensão Cena Sankofa (Núcleo de Estudos das Corporeidades e Saberes Tradicionais na Cena Contemporânea). Membro do Centro de Estudos do Cerrado (UnB Cerrado). Pesquisador colaborador do Instituto de Etnomusicologia Centro de Estudos em Música e Dança (INET-MD) pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa (Portugal). Tem experiência na área de Teatro, Dança, Arte-Educação e Tradições culturais. Desenvolve pesquisas no campo das Corporeidades e Negritude, Expressões tradicionais da cultura e pedagogias da cena.

Lattes


Artista de la escena, Director, Coreógrafo y Profesor Efectivo del Departamento de Artes Escénicas de la Universidad de Brasilia y de los Programas de Posgrado PROFARTES (Polo UnB) y PPgCEN/UnB. Postdoc por la Facultad de Motricidad Humana de la Universidad de Lisboa (2019-2020). Doctor en Arte/UnB con pasantía doctoral en la FMH de la Universidad de Lisboa. Posee Maestría en Educación por la Universidad Federal de Rio Grande do Norte (2004) y Especialización en Danza (UFRN-2001). Coordinador del proyecto de Investigación y Extensión Escena Sankofa (Núcleo de Estudios de las Corporeidades y Saberes Tradicionales en la Escena Contemporánea). Miembro del Centro de Estudios del Cerrado (UnB Cerrado). Investigador colaborador del Instituto de Etnomusicología Centro de Estudios en Música y Danza (INET-MD) por la Facultad de Motricidad Humana de la Universidad de Lisboa (Portugal). Tiene experiencia en el área de Teatro, Danza, Arte-Educación y Tradiciones culturales. Desarrolla investigaciones en el campo de las Corporeidades y Negritud, Expresiones tradicionales de la cultura y pedagogías de la escena.


Artist of the scene, Director, Choreographer and Effective Professor of the Department of Performing Arts of the University of Brasilia and the PROFARTES Postgraduate Programs (Polo UnB) and PPgCEN/UnB. Postdoc at the Faculty of Human Motricity of the University of Lisbon (2019-2020). PhD in Art/UnB with doctoral internship at FMH of the University of Lisbon. He holds a Master's degree in Education from the Federal University of Rio Grande do Norte (2004) and a specialization in Dance (UFRN-2001). Coordinator of the Sankofa Scene Research and Extension project (Nucleus of Studies of Corporeities and Traditional Knowledge in the Contemporary Scene). Member of the Studies Center of Cerrado (UnB Cerrado). Collaboratoring Researcher of the Institute of Ethnomusicology Center for Studies in Music and Dance (INET-MD) by the Faculty of Human Motricity of the University of Lisbon (Portugal). He has experience in the area of Theater, Dance, Art-education and Cultural traditions. He develops researches in the field of Corporeities and blackness, Traditional expressions of culture and pedagogies of the scene.


Artigos

Lá vem o maracatu descendo a ladeira - reflexões e apontamentos para ressignificar a dança afro-brasileira em contextos acadêmicos. Revista Dança, V. 05, n. 01, p. 66-77, 2020.

A negritude e a cena no Brasil. Revista Eixo, v. 06, p. 97-103, 2017.

Da técnica a poética: reverberações das tradições afro-brasileiras populares no corpo do artista em cena. SABERES EM PERSPECTIVA, v. 6, p. 7-19, 2016.

A corponegritude como base corpórea para criação cênica. Lamparina: Revista de Ensino do Teatro, v. 2, p. 23-33, 2016.

Corporeidades nas tradições negras do Brasil e suas contribuições estéticas para a cena contemporânea. Revista de Estudos Teatrais Pitágoras, v. 6, p. 6, 2016.

Corporeidades da tradição popular na escola - caminhos possíveis. Revista Trapiche: Educação e Artes, v. 2, p. 45-55, 2015.

Kalungas em cena - Um percurso do corpo entre a tradição e a contemporaneidade. Participação (UnB), v. 1, p. 54-60, 2014.

 

Capítulos de livros publicados

Qual é a base da minha dança? Outras danças e outras técnicas para práticas decoloniais. In: VIEIRA, Marcílio de Souza. (Org.). Escritos sobre dança. 1ed.Natal: ANDA, 2020, v. 1, p. 141-156.

Matrizes corporais afro-brasileiras em Visita ao Museu - perspectiva de criação cênica a partir de imagens pictóricas. In: Alves, Patrícia Teixera. (Org.). Formação, práticas e técnicas do artista teatral (Coleção Artes da Cena, Volume 6). 1ed.Jundiaí: Paco Editorial, 2020, v. 6, p. 31-46.

Corporeidade e Processos pedagógicos decoloniais: articulações para uma educação antirracista brasileira. In: Paula Balduíno de Melo; Jaqueline Coelho; larissa Ferreira; Diane E. Tavares. (Org.). Descolonizar o Feminismo - VII Semana de reflexões sobre negritude, gênero e raça. 01ed.Brasília: Ed. IFB, 2019, v. 01, p. 172-183.

Vivenciar as metodologias: caminhos de formação de docentes de teatro na contemporaneidade. In: Corrêa, Antenor Ferreira; Narita, Flávia Motoyama. (Org.). Ensino e Pesquisa em Artes: experiências no âmbito do ProfArtes.. 1ed.Goiania: Gráfica UFG, 2019, v. 1, p. 173-186.

Diálogos com tradições populares, corpo e negritude no processo de criação de Axé Nzinga. In: TELES, Narciso.. (Org.). Artes da Cena: Estudos sobre atuação e encenação. 1ed.Jundiaí/SP: Paco Editorial, 2017, v. 38, p. 129-140.

A cena em diálogo com as tradições populares na escola - construindo leituras. In: Luciana Hartmann; Graça Veloso. (Org.). O teatro e suas pedagogias: práticas e reflexões. 1ed.Brasília: Editora da universidade de Brasília, 2016, v. 1, p. 281-301.

 

Organização de publicações

Anais do 1º Seminário Corpo, Cena e Afroepistemologias.

Anais do 2º Seminário Corpo, Cena e Afroepistemologias

 

Produção Artística

Axé Nzinga (2016-2020 –Temporadas em Brasília, Taguatinga, Planaltina/DF, Rio Branco/AC, Natal/RN). https://www.facebook.com/axenzinga 

Matrizes (Direção - Experimento cênico - Universidade de Brasília). 2018. Coreográfica.

Ori(female)xás (Direção - Cena Sankofa. 2017. Teatral. https://www.youtube.com/watch?v=isNDpEagUq0&t=21s

Da cor que sou (Direção - Experimento cênico - UnB). 2013. Coreográfica.

A VALSA. 2012. Performática.

O Romance de Dom Jorge e outros dramas (Festival Idas e Vindas - UnB). 2011. Teatral.

Dolores (Direção). 2011. Teatro-musical.

Matriochka - Uma história dentro da outra (Ator- Grupo Estandarte de Teatro). 2010. Teatral. http://grupoestandartedeteatro.com.br/wordpress/ 

Digitais - Quem, o que é do outro lado? ( Diretor/coreógrafo - Grupo de Dança da UFRN). 2010. Coreográfica. https://www.youtube.com/watch?v=WpulrigfRGw

Uma Coisa que Não tem Nome. (ator – Grupo Estandarte de Teatro) 2005. Teatral http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/teatro-as-cegas/200948

 

NEWS & EVENTS